Em busca do mais belo por do sol

A humanidade sempre adorou o Sol. Dele, recebemos energia, luz e calor para que a vida na Terra exista. Todos os dias, o astro-rei se põe no horizonte para iluminar o outro lado do globo, num espetáculo multicolorido. Em busca do por do sol perfeito, casais sonham com luas de mel, globetrotters caminham incessantemente e artistas buscam a sua inspiração. Obra da natureza, em alguns cantos do planeta é possível vislumbrar o por do sol ainda mais belo, em viagens guiadas por memórias luminosas e eternas.

ÍNDIA

Na grandiosidade territorial e multicultural da Índia, o fascinante estado do Rajastão consegue unir todos os símbolos que alimentam o imaginário ocidental. Os encantadores de serpente, os palácios dos marajás e o deserto de Thar, onde a aridez contrasta com a exuberância das roupas, turbantes e joias de seus habitantes. A tradição deste povo em adornar o corpo com joias é milenar e se estende por todas as partes do corpo. As tornozeleiras usadas pelos homens, por exemplo, demonstram nobreza e riqueza. Os ourives do Rajastão sempre foram muito valorizados pela habilidade em lidar gemas preciosas. Entre elas, o rubi, que simboliza todos os vermelhos da Índia. Cor das cerimônias de casamento, dos principais ritos religiosos e da deusa do feminino sagrado Durga, representa alegria, paixão e boa sorte. Nas mãos e pés, as tatuagens de hena, no penteado das noivas o pó escarlate sindoor, no Festival Holi, o gulaal, espécie de talco feito com sândalo e corante de pétalas de rosas. Do sári à pimenta, das flores, maçãs, cerejas e do por do sol no deserto, o vermelho vibra por todos os lugares da Índia.

ÁFRICA

Um dos ecossistemas mais ricos e diversos do planeta, a reserva Masai Mara (ou Maasai Mara) está localizada no sudoeste do Quênia. Homenagem ao povo habitante Masai, o nome “Mara” faz referência à “mancha” quando se avista de longe a sombra das nuvens na paisagem. Além da vasta riqueza animal em terra, que rende expedições safáris emocionantes, há muita beleza para apreciar no céu. Nuances abertas de azul, inundam de luz o cenário que mais parece encantado. Ao cair da tarde, o sol desce ao horizonte parecendo uma esfera de fogo, tingindo a savana em cores singulares.

NORUEGA

Fenômeno poético da natureza, o sol da meia noite acontece durante o verão na Noruega, quando o astro-rei nunca se põe e o dia nunca tem fim. Isto se configura devido ao eixo da Terra em relação à órbita do Sol. Uma espetacular, improvável, porém real combinação entre as luzes do por e do nascer do sol. Tons avermelhados se revezam durante as 24 horas, em nuances preciosas, num espetáculo cromático incomum.